Papa proíbe a venda de cigarros no Vaticano a partir de 2018

  • 20/10/2023
Papa proíbe a venda de cigarros no Vaticano a partir de 2018

Por decisão do Papa Francisco, será proibida a venda de cigarros no Vaticano para empregados religiosos e diplomáticos dentro do território a partir de 2018, para não cooperar com uma “prática que prejudica a saúde”.

A reportagem é de Iacopo Scaramuzzi, publicada por Vatican Insider, 09-11-2017. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

“O Santo Padre decidiu que o Vaticano acabará com a venda de cigarros aos seus empregados a partir de 2018”, disse a porta-voz vaticano, Greg Burke, confirmando uma notícia antecipada pela agência argentina Telam e pelo Wall Street Journal.

“O motivo – continua Burke – é muito simples: a Santa Sé não pode cooperar com um exercício que prejudica claramente a saúde das pessoas. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, todos os anos, o fumo é a causa de mais de sete milhões de mortes em todo o mundo. Os cigarros, vendidos aos empregados e aos aposentados do Vaticano a um preço com desconto, eram fonte de renda para a Santa Sé. No entanto, nenhum lucro pode ser legítimo se põe em risco a vida das pessoas.”

Receba nossas notícias

Leia também: TABACO CHEGOU À ITÁLIA TRAZIDO PELA IGREJA. URBANO VIII O PROIBIU, JOÃO XXIII FUMAVA


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes