Justiça dá 48h para PGE gaúcha explicar pensão de quase R$ 40 mil de Eduardo Leite

  • 17/06/2022
  • 0 Comentário(s)

Justiça dá 48h para PGE gaúcha explicar pensão de quase R$ 40 mil de Eduardo Leite

A Justiça gaúcha deu prazo de 48 horas para que a PGE do explique o pagamento de cerca de R$ 40 mil em pensão ao ex-governador, Eduardo Leite

A Justiça gaúcha deu prazo de 48 horas para que a Procuradoria Geral do Estado (PGE) do Rio Grande do Sul explique o pagamento de cerca de R$ 40 mil em pensão ao ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). O ex-chefe do Executivo gaúcho também aparece como réu no processo, mas ainda não foi intimado pela Justiça.

A ação foi movida pelo partido Novo, que apontou supostas irregularidades no pagamento do benefício, já que a chamada aposentadoria especial vitalícia a ex-governadores foi revogada antes do pedido de renúncia feito por Leite, em março desse ano.

Conforme o juiz Fernando Carlos Tomazi Diniz, os argumentos apresentados no pedido são “ponderáveis” e há uma possível “interpretação um tanto forçada” feita pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) sobre o caso.

A extinção do pagamento de pensão especial vitalícia a ex-governadores, inclusive, foi sancionada por Eduardo Leite quando ainda era chefe do executivo gaúcho, em julho de 2021.

Receba nossas notícias

Leia também: BOLSONARO CRITICA PETROBRAS: “É TRAIÇÃO PARA COM O POVO BRASILEIRO. O PRESIDENTE, SEUS DIRETORES E SEU CONSELHO TRAÍRAM O POVO”


#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Deixe seu recado que atenderemos assim que possível, obrigado!

Anunciantes